Notícias

a

Cópias

Vi!
Não vi
Não sei se vi
Parece que eu vi!

Tudo tão bonito, preferido
Mas sinto que perdi a piada
Vejo você desfilar no infinito
Cascata de luzes

E cópias
Descendo a rua alegremente
saem dos meus bolsos
atravessam paredes

As cópias
se reproduzindo na minha frente
Quase me pegou
quando eu sumi das suas lentes

Mas vi?
não vi
Não sei se vi
Nem quero mais saber

Cores saturadas, no placar
diz qu’ocê ainda vence
Deixestar queesse dia vem
E há de sesquecer a gente

Das cópias
Transitando siamesamente
Coreografadas no radar
Diz ao vivo o Globocop

As cópias
se reproduzindo na minha frente
Quase me pegou
quando eu sumi das suas lentes
Quase me pegou
Quando eu sumi